O Berçário I – é onde os recebemos bem pequeninos – a partir do final da licença maternidade da mamãe, até a fase em que começam a andar. Durante este período passam por atividades de estimulação visual, auditiva e de coordenação motora. Sempre com muitas cantigas, brincadeiras, promovendo o contato entre eles. O trabalho de estimulação é supervisionado por uma equipe de fisioterapeutas que acompanham constantemente a evolução dos bebês.

As mamães geralmente amamentam até o sexto mês. Podem vir sempre que quiserem. A introdução de alimentação é feita conforme a orientação do pediatra de cada bebê.
A estimulação é feita ao ar livre, sempre em horários que o sol é conveniente para os bebês – pela manhã até às 9:30 h. no máximo e à tarde, após as 15:30 h.
Cada bebê tem seu próprio programa de estimulação – já que o desenvolvimento de cada um deles é diferente.A avaliação é discutida com os pais bimestralmente, ou sempre que a escola ou os pais o acharem necessário.
As berçaristas passam por um treinamento no qual aprendem a utilizar o teatrinho como ferramenta de estimulação neuro-psico-motor. A passagem para o próximo estágio do berçário acontece quando o bebê já está andando com segurança e passou pela adaptação.